notícias

Carlos Bolsonaro aproveita vazamentos para alfinetar Polícia Federal

Carlos Bolsonaro aproveita vazamentos para alfinetar Polícia Federal

18

junho

O vereador do Rio Carlos Bolsonaro (PSC/RJ), um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, disse esperar que a Polícia Federal (PF) não dê à investigação dos supostos ataques de hackers aos celulares de membros das forças-tarefa da Lava Jato e do ministro Sérgio Moro o “mesmo ritmo e linha” que deu à tentativa de assassinato de seu pai.
Carlos já havia abordado o caso no dia 9, após divulgação de uma nota em que a força-tarefa da Lava Jato no Ministério Público Federal no Paraná indicou que seus membros haviam sido “vítimas de ação criminosa de um hacker que praticou os mais graves ataques à atividade do Ministério Público, à vida privada e à segurança de seus integrantes”.
Horas após a publicação do texto do MPF, o vereador compartilhou um comentário do senador Alessandro Viera (Cidadania), que dizia que o objetivo do ataque era “claro”, de “tumultuar processos e investigações, barrando o combate à corrupção no Brasil”, sendo as “táticas hackers” mais uma etapa dessa guerra.
Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo sobre o ataque cibernético e o vazamento de diálogos, Moro disse que o País está diante de “um crime em andamento”, promovido, conforme sua avaliação, por uma organização criminosa profissional.


Fonte:www. g1.globo.com/rs 

visitante

9 2 0 9 0

envie seu comentário...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar

peça seu som...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar