notícias

Estado aposta em diálogo para evitar greves em meio as reformas administrativa e da Previdência

Estado aposta em diálogo para evitar greves em meio as reformas administrativa e da Previdência

08

outubro

Depois de apresentar parcialmente, nesta segunda-feira, as reformas administrativa e da Previdência em elaboração, com impacto direto para as categorias mais representativas do funcionalismo, como as da Segurança e Educação, o governo gaúcho reforçou que aposta no diálogo para evitar paralisações, em caso de descontentamento.
Na tarde de ontem, o Executivo confirmou que as mudanças nas carreiras vão atingir todos os Poderes, incluindo a extinção de triênios e quinquênios, abono de permanência para aposentados e alterações em regras de incorporação de função gratificada (FG). A intenção é buscar uma “potência fiscal” de R$ 25 bilhões, em dez anos. 
Mesmo depois do sinal amarelo ter sido ligado, o vice-governador Ranolfo Vieira Jr. disse acreditar que o diálogo com os trabalhadores pode selar a elaboração de projetos, beneficiando as duas partes. “Nós estamos preparados para dialogar com todas as categorias, dentro da importância de todas elas. Mas não podemos nos antecipar aos fatos (greve). Apostamos, neste momento, no diálogo, esta é a palavra-chave para nós”, sustentou. Além disso, o Executivo garante haver “ambiente político” para levar as propostas adiante, nos próximos dias, no Legislativo.
A partir desta quarta, o governo abre a rodada de negociações com os sindicatos, pretendendo ouvir inicialmente, a classe dos professores.



Fonte: www. guaiba.com.br 

visitante

9 9 1 6 8

envie seu comentário...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar

peça seu som...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar