notícias

Motoristas de aplicativo pedem apoio do governo do RS para estancar casos de violência

Motoristas de aplicativo pedem apoio do governo do RS para estancar casos de violência

15

abril

Em função de casos de violência envolvendo motoristas de aplicativo, entidades representativas de trabalhadores pediram, apoio político do governo estadual para que a proposta de regulamentação do serviço, em fase de rediscussão na Câmara de Porto Alegre, sirva de base para os demais municípios gaúchos. Um projeto encabeçado pelo vereador Roberto Robaina (PSol), que busca aprimorar a lei municipal, exige que o cadastro de usuários que optarem pelo pagamento em dinheiro tenha confirmação de RG e distribuição de senha para requisitar o serviço.
Representantes da Associação dos Motoristas Privados e de Tecnologias (Ampritec) e da Associação Liga dos Motoristas de Aplicativos do RS (Alma-RS) se reuniram com agentes de segurança e o vice-governador e secretário estadual da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, em um encontro intermediado pelo PSol.
A alegação é a falta de segurança para exercício do serviço. Entre 2016 e 2019, ao menos 20 motoristas foram assassinados, segundo as associações de condutores do Rio Grande do Sul.
Conforme levantamento da Associação Liga dos Motoristas de Aplicativos do RS (Alma-RS), ao menos 19 motoristas de aplicativo foram mortos, em cidades gaúchas, entre 2016 e hoje.
O último crime, porém, ocorrido na ultima quinta-feira, ainda não é contabilizado. O motorista Gérson Cortez Lopes, de 26 anos, morreu esfaqueado em Sapucaia do Sul, na região Metropolitana. Ele teve o corpo encontrado dentro do veículo em que atendia.
Outros três condutores foram baleados e ficaram com sequelas graves, conforme o levantamento.


Fonte: www. guaiba.com.br 

visitante

8 9 5 0 1

envie seu comentário...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar

peça seu som...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar